Login para sua conta

Usuário *
Senha *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com asterístico (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Repetir senha *
E-mail *
Repetir e-mail *
Captcha *
Reload Captcha

TRE AP da pontapé inicial no projeto ABC da Cidadania em Vitória do Jari Destaque

O dia 20 de setembro celebrou o lançamento do Projeto ABC da Cidadania - Formando Cidadãos e Transformando a Sociedade, no município de Vitória do Jari. A solenidade contou com a presença do Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá, Desembargador Gilberto Pinheiro, o vice-prefeito de Vitória do Jari, Antônio Waldez e a secretária municipal de Educação, Márcia Dias de Souza, além da população em geral, que compareceu ao centro comunitário da cidade.

O município é o segundo no Estado a ser contemplado pelo projeto do TRE Amapá, que busca alfabetizar eleitores de todas as idades. O ABC da Cidadania tem a meta de alfabetizar os 799 eleitores analfabetos, cadastrados em Vitória do Jari na última eleição de 2020.

A ação faz parte do acordo de cooperação técnica firmado entre o TRE Amapá e prefeitura de Vitória do Jari, que possui a proposta de reduzir o analfabetismo e incluir os cidadãos não alfabetizados no processo eleitoral, por meio da educação.

“O eleitor precisa conhecer seu candidato, não votar apenas porque acha que é uma boa pessoa. Por isso é importante alfabetizar essa parte da população, que não sabe escrever seu próprio nome”, declarou o presidente Gilberto Pinheiro, idealizador do ABC da Cidadania.

A aposentada Maria Máxima dos Santos, de 76 anos, é uma das participantes do Projeto ABC da Cidadania em Vitória do Jari. “Quando nova não tive oportunidade, mas o meu sonho é saber a escrever meu nome", disse a eleitora, que agora poderá concretizar seu grande sonho.

A nova aluna, Maria Máxima, é uma das pessoas que receberam do ABC da Cidadania um kit escolar, para contribuir com a alfabetização desses eleitores e integrá-los ao processo eleitoral, garantindo os seus direitos.

Programa ABC da Cidadania

Elaborado pelo TRE Amapá, o projeto foi apresentado ao Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ministro Luiz Roberto Barroso, em outubro de 2020, pelo Desembargador Gilberto Pinheiro.

Em 2021 o projeto foi implantado no primeiro município, Serra do Navio, com a meta de alfabetizar pelo menos 50% de eleitores, nas faixas etárias de 16 a 35 anos e acima de 80 anos. Para os eleitores entre 35 a 79 anos, o propósito é uma redução de 30%.

Todos os eleitores que participam da capacitação receberão diploma e um novo título de eleitor, no qual será retirada a ressalva “Não Alfabetizado” e será preenchida com a assinatura do cidadão.

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quinta, 23 Setembro 2021 23:05

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner direita 1

Tweets Recentes

Peixe boi evoluído e já saindo da água. https://t.co/Rlxgs7VkKU
Auditoria nas contas da Seguradora Líder, responsável pela gestão do seguro DPVAT, questionou uma série de procedim… https://t.co/CUEoWfoDZ6
Sapo mesmo ou Rãs? https://t.co/9soFgxgFr5
Follow Juliano Cunha on Twitter