Login para sua conta

Usuário *
Senha *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com asterístico (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Repetir senha *
E-mail *
Repetir e-mail *
Captcha *
Reload Captcha

Mapa do Turismo Brasileiro aponta 12 cidades do Amapá com potencial turístico

No levantamento anterior, em 2015, estado tinha somente cinco cidades aptas. Ministério avaliou questões como disponibilidade de atrações, rede hoteleira e políticas públicas para o setor.

A partir de setembro, o Amapá terá 12 dos 16 municípios incluídos no Mapa do Turismo Brasileiro, atualizado pelo Governo Federal. Em dois anos, o estado salta de 5 para 12 cidades com potencial hospedeiro, gastronômico e estrutural para acolher visitantes.

As cidades atenderam os critérios previstos pelo Ministério, como implantação de órgão para promoção do turismo, ter dotação orçamentária para a área e assinar um termo de compromisso no qual o gestor se compromete a implantar políticas públicas para o setor.

Serão incluídos no Mapa do Turismo os municípios de Laranjal do JariMazagãoPorto GrandeFerreira GomesCutiasCalçoenePracuúba e Amapá, além de MacapáSerra do NavioOiapoque e Tartarugalzinho que permaneceram do levantamento anterior, realizado em 2015.

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) explicou que nesses dois anos as gestões foram capacitadas para ampliar a oferta de destinos e facilitar o acesso a rios, lagos, balneários, cachoeiras, trilhas, entre outras. A inclusão no mapa também pode representar a captação de recursos.

"Todas as cidades formam um pólo, onde tem a atração principal. Macapá, por exemplo, onde além da sede, o turista pode ir para municípios próximos como Mazagão e Ferreira Gomes que têm atrativos naturais, mas não tem a estrutura que a capital tem de rede hoteleira e de restaurantes", explicou a secretária de Turismo, Syntia Lamarão.

Para atualização do mapa, o Ministério do Turismo fez oficinas e reuniões a partir de fóruns do Conselho Estadual do Turismo. Foram contabilizados também o número de visitantes e a oferta de atrações em dois anos.

A Setur aponta que o estado tem potencial para o turismo de natureza, com atrações de Norte a Sul, a exemplo da cachoeira de Santo Antônio, em Laranjal do Jari; da rota da pororoca no litoral, da praia de Goiabal em Calçoene; além da fronteira com a Guiana Francesa em Oiapoque e do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque em Serra do Navio.

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner direita 1

Tweets Recentes

Peixe boi evoluído e já saindo da água. https://t.co/Rlxgs7VkKU
Auditoria nas contas da Seguradora Líder, responsável pela gestão do seguro DPVAT, questionou uma série de procedim… https://t.co/CUEoWfoDZ6
Sapo mesmo ou Rãs? https://t.co/9soFgxgFr5
Follow Juliano Cunha on Twitter